Tribunal de Justiça de Minas Gerais mantém cassação do Ex vereador Bruno Augusto na Câmara de Frutal. Bruno afirmou em redes sociais que independente da decisão judicial, ele prossegue como pré candidato a prefeito

Por 3 votos a 0 o Tribunal de Justiça de Minas Gerais manteve a cassação do ex-vereador Bruno Augusto em sessão virtual realizada na tarde de ontem. Os desembargadores julgaram recurso impetrado onde a defesa do ex-vereador alegava haver vícios na votação se recebimento da denúncia na Câmara Municipal, enquanto o procurador do Legislativo defendia a tese que, de acordo com as leis que regem os processos de cassação, não havia nenhuma irregularidade.

Nesse embate, os desembargadores deram ganho de causa a Câmara, confirmando que não houve irregularidades no processo de cassação. Desta forma o ex-vereador permanece cassado e afastado da Câmara. Conforme o Decreto de Cassação, também foi pedida à Justiça Eleitoral a suspensão dos direitos políticos do ex-vereador, conforme rege o Decreto Lei 201/67.

Ainda na tarde de ontem, Bruno publicou vídeo em redes sociais dizendo ter sido vítima de armações políticas e que iria prosseguir com sua pré-candidatura a prefeito, independente da decisão do TJMG.

Texto: Rodrigo Portari