COM AUXÍLIO DE HELICÓPTERO, PM LOCALIZA E ACABA COM DEZENAS DE FESTAS CLANDESTINAS EM UBERLÂNDIA

A Polícia Militar (PM) interrompeu diversas festas clandestinas no fim de semana em Uberlândia. Operações foram feitas em vários bairros e até o helicóptero da polícia foi utilizado. Trinta e cinco pessoas foram detidas e diversas drogas apreendidas.

De acordo com o capitão da PM, Elias Alves, as operações começaram na sexta-feira (29) e se estenderam até domingo (31). O objetivo foi impedir a realização de festas clandestinas na cidade. Ele contou que “a PM, através de atividades de inteligência, tem monitorado e acompanhado esses eventos”.

Elas são consideradas clandestinas por não terem alvará e promoverem aglomerações, o que infringe decreto municipal. Além disso, é comum nesses eventos pessoas sem o uso de máscara e uso constante de drogas ilícitas.

O capitão também informou que esses eventos são considerados migratórios. Segundo ele, após a dispersão do evento feito pela PM, “algumas horas depois há uma tendência de que elas voltem. Então, por isso, a polícia em um mesmo local faz uma, duas, três abordagens”.

Primeiro dia de operações

Entre a sexta à noite e a manhã de sábado, as principais operações foram nos bairros Chácaras Panorama, Shopping Park, Dom Almir e na Rua da Paz. O helicóptero da PM também sobrevoou os bairros Panorama, Morada Nova, Canaã e Jardim Holanda para coibir a realização destes eventos.

Somente em um baile funk no Bairro Shopping Park foram apreendidos 20 papelotes de cocaína, três buchas e um tablete de maconha, 13 frascos de loló, diversos equipamentos eletrônicos e R$ 70. Também foram lavrados seis Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO).

Também foram registradas diversas reclamações de perturbação do sossego pela manhã no Bairro Dom Almir, levando a diversas abordagens, apreensão de carros e aplicação de multas de trânsito. Ao todo, seis pessoas foram presas nestas operações.

Sábado e domingo

As operações continuaram no sábado, com reincidência de festas em alguns locais. Após uma denúncia, a PM flagrou uma festa em uma residência no Bairro Pampulha com cerca de 150 pessoas aglomeradas em um mesmo imóvel. Duas pessoas, responsáveis pela casa, foram conduzidas para que fosse feita a realização do TCO.

Uma outra festa clandestina foi interrompida na Avenida Rondon Pacheco, em um local conhecido como Landscape. Centenas de pessoas estavam aglomeradas, comemorando a vitória do Palmeiras na Taça Libertadores. Eles causaram perturbação do sossego e atrapalharam o trânsito. Durante a dispersão do evento, foram apreendidos seis fogos de artifício, além de uma pessoa presa e um TCO lavrado.

Um baile funk também foi flagrado em uma casa no Bairro Chácaras Panorama. Dezenas de pessoas estavam no local aglomeradas. Foram apreendidos um comprimido de ecstasy, três porções de cocaína e quatro de maconha. Uma pessoa foi presa e 16 TCOs foram lavrados.

Somente em uma praça no cruzamento da Rua da Paz com a Avenida Nicomedes Alves do Santos, a PM fez três autuações na mesma noite. Na terceira vez em que foi feita a dispersão da aglomeração, uma pessoa foi presa e um TCO também foi realizado.

Levantamento geral

Ao todo, a PM interrompeu 20 festas clandestinas neste final de semana. Em alguns casos foi feito o contato com os organizadores e eles cancelaram o evento antes que começasse. Os militares também contaram com o apoio da Prefeitura aplicando multas.

Apenas em uma dessas festas havia cerca de 1.500 pessoas reunidas. Nela, foram apreendidos maconha, haxixe, cocaína, loló e muita quantidade não informada de bebida alcoólica.

Fonte: G1