POLÍCIA INVESTIGA DENÚNCIA DE ESTUPRO CONTRA MENINA DE 11 ANOS EM RIO PRETO; PADRASTO É SUSPEITO

A polícia vai investigar uma denúncia de estupro contra uma menina de 11 anos em São José do Rio Preto (SP). O padrasto da criança, de 42 anos, é suspeito do crime.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi chamada na segunda-feira (31) por uma mulher que encontrou a criança em uma padaria, que estava chorando e dizendo que havia sido estuprada pelo padrasto.

A polícia foi até a casa da menina, no bairro Nova Esperança, e a mãe disse ter ficado sabendo dos fatos naquele momento, quando a filha retornou para casa. A menina chegou chorando e dizendo que não queria permanecer na residência.

Ainda de acordo com o B.O., a criança disse que foi abusada sexualmente pelo homem dos seis aos nove anos de idade.

A criança informou à polícia que o padrasto ia até o seu quarto quando a mãe dormia ou saía para trabalhar. Ela contou que após os abusos, o homem fazia ameaças de que a mãe da menina seria presa caso alguém soubesse.

Conforme o boletim de ocorrência, a menina disse que há pouco mais de um ano não é procurada pelo homem.

A mãe da vítima informou à polícia que notou a ausência da filha durante a noite em casa, sabendo depois que ela havia pulado o muro e saído da residência. A mãe disse que vive em união estável com o suspeito há nove anos e que nunca desconfiou do crime.

O homem negou as acusações. Ele disse à polícia que a menina tem tido um comportamento estranho e que há algum tempo ele teve um atrito com um vizinho, que disse que iria lhe prejudicar.

Todos os envolvidos foram levados à Central de Flagrantes. O caso foi registrado como estupro de vulnerável e encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher para ser investigado. O homem foi liberado e acompanhado pela polícia até a casa para pegar roupas e deixar a residência.

Fonte: G1.