Chuvas provocam quatro mortes no estado de São Paulo

O temporal que provocou estragos no início desta semana no estado de São Paulo deixou quatro pessoas mortas. Os casos foram registrados entre segunda (10) e terça-feira (11), na região de Bauru (SP).

Os bombeiros encontraram os corpos de duas mulheres em Vitoriana, distrito de Botucatu (SP), nesta manhã. As vítimas ainda não foram identificadas, mas a suspeita é de que sejam de duas mulheres que estavam com um homem, todos da mesma família, em um carro arrastado por um rio que transbordou.

Os corpos foram encontrados a 150 metros do veículo e o homem continua desaparecido. Vídeo mostra helicóptero Águia nas buscas pelas vítimas no distrito de Vitoriana.Outra morte foi registrada na madrugada desta terça-feira, quando um caminhão e um carro caíram em uma cratera que se abriu na Rodovia Leonor Mendes de Barros (SP-333), em Júlio Mesquita (SP). O motorista do carro, que pertence à concessionária que administra a rodovia, foi encontrado morto.

Outra morte foi registrada na madrugada desta terça-feira, quando um caminhão e um carro caíram em uma cratera que se abriu na Rodovia Leonor Mendes de Barros (SP-333), em Júlio Mesquita (SP). O motorista do carro, que pertence à concessionária que administra a rodovia, foi encontrado morto.

Chuva abre cratera na pista e 'engole' carro e caminhão em Júlio Mesquita — Foto: TV TEM/Reprodução

Chuva abre cratera na pista e 'engole' carro e caminhão em Júlio Mesquita — Foto: TV TEM/Reprodução

A quarta vítima também foi um motorista que caiu com um caminhão em outra cratera, esta aberta na Rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Botucatu. O caminhão com o motorista foi sugado com a força da água para o buraco e desapareceu, sendo encontrado horas depois a mais de 1 quilômetro de distância.

 
Caminhoneiro foi encontrado morto após cair com veículo em cratera aberta na Rodovia Marechal Rondon (SP-300) — Foto: Arquivo pessoal

Caminhoneiro foi encontrado morto após cair com veículo em cratera aberta na Rodovia Marechal Rondon (SP-300) — Foto: Arquivo pessoal

Família de Botucatu

Os bombeiros encontraram na manhã desta terça-feira os corpos de duas mulheres a cerca de 150 de onde um carro foi localizado parcialmente submerso no Rio Capivari, próximo a Rodovia Alcides Soares, no distrito de Vitoriana, em Botucatu.

Os corpos foram encontrados por volta das 10h30 e os bombeiros informaram que já acionaram a perícia e o serviço para fazer retirada.

As mulheres ainda não foram identificadas, mas os bombeiros faziam buscas por um casal que estaria no carro que desapareceu depois de ser levado pela enxurrada. Parentes disseram que havia mais uma mulher no veículo.

O casal desaparecido foi identificado como Lourival Ferre e Maria Cristina Infanti Ferre. Segundo parentes do casal, também estava no carro uma irmã de Maria Cristina, Maria Silvia Ferre.

 
Lourival e Maria Cristina desapareceram depois de serem levados por enxurrada em Botucatu — Foto: Arquivo Pessoal

Lourival e Maria Cristina desapareceram depois de serem levados por enxurrada em Botucatu — Foto: Arquivo Pessoal

 

As buscas começaram na segunda-feira após o temporal que atingiu a cidade e foram retomadas nesta manhã. Os bombeiros seguem na buscas pelo homem que também estava no carro.

Crateras na pista

Por causa do grande volume de chuva, duas crateras que se abriram em rodovias do Centro-Oeste Paulista deixaram dois motoristas mortos.

 
inherit;">Cratera se abriu na Rodovia Marechal Rondon, em Botucatu, e engoliu caminhão com motorista na segunda-feira (10) — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Cratera se abriu na Rodovia Marechal Rondon, em Botucatu, e engoliu caminhão com motorista na segunda-feira (10) — Foto: Polícia Militar/Divulgação

O primeiro caso ocorreu no km 258 da Rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Botucatu. Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da concessionária que administra a rodovia localizaram no fim da tarde de segunda-feira (10) o corpo do motorista Epaminondas Macedo Souza, de 50 anos, e o caminhão. Ele foi encontrado perto do veículo a 1,3 quilômetro da cratera.

 
Motorista 'engolido' por cratera em Botucatu é velado em Porto Feliz (SP), cidade onde morava — Foto: Facebook/Reprodução

Motorista 'engolido' por cratera em Botucatu é velado em Porto Feliz (SP), cidade onde morava — Foto: Facebook/Reprodução