Luto no segmento do agronegócio: Leiloeiro Márcio Resende falece em Gurupi, município localizado no sul do Tocantins

O mundo do agronegócio tocantinense está de luto. Faleceu neste domingo, dia 10, em Gurupi, no sul do Estado, o leiloeiro rural Márcio Resende. Profissional respeitado e conhecido no meio, era personagem frequente e muito requisitado nos eventos da pecuária do Estado.

Por meio de nota, o Sindicato Rural de Gurupi lamentou o fato: “A diretoria do Sindicato Rural de Gurupi, em nome de todos os seus associados e produtores rurais de Gurupi, vem manifestar nosso sentimento de pesar, pela lamentável perda do nosso amigo, parceiro, grande profissional Márcio Resende. Hoje a tribuna dos recintos de leilões, e as pistas dos esportes equestres, infelizmente perdeu uma pessoa que amava o que fazia. Que Deus possa confortar toda família.”

De acordo com as primeiras informações, recentemente ele havia sido submetido a uma cirurgia odontológica. Na sexta-feira, dia 8, passou mal durante leilão em Gurupi. Internado, não resistiu e faleceu neste domingo. Deixa esposa e duas filhas.

A morte causou comoção entre produtores, empreendedores rurais e voluntários do Hospital de Amor do Tocantins na região. “Companheiro forte nos leilões! Vai fazer falta!”, lamentou Haihumy Amaro. "Muito triste! Foi nosso parceiro do leilão em prol do Hospital de Amor aqui em Aliança. Que Deus possa confortar a família nesse momento de dor!", declarou Janaína Maria. "Um dos grandes defensores do Hospital de Amor. Deus conforte sua família", disse José Carlos Bessa, em grupo de Whatsapp mantido pelo Sindicato Rural de Aliança do Tocantins. "Nós do Leilões Aliança estamos em luto. Tivemos o privilégio de ter sido a primeira empresa leiloeira do Estado a abrir as portas para este grande amigo leiloeiro rural Márcio Resende. Nosso sentimentos a toda família", comentou o presidente do Sindicato Rural de Aliança do Tocantins, Marcelo Borges na página do Facebook do Norte Agropecuário.

Já o zootecnista e professor universitário José Neuman Miranda Neiva publicou na página do Facebook do Norte Agropecuário: "Grande perda sem dúvida. Sempre contribuiu para o Leilão do Hospital de Amor. Dia triste para a pecuária brasileira." Na mesma plataforma, o presidente do Sindicato Rural de Araguaína, Wagner Borges, manifestou pêsames e sentimentos à toda a família.

Fonte: Norte Agropecuario