PROUNI: COMEÇAM AS INSCRIÇÕES; VEJA O PASSO A PASSO E TUDO SOBRE O PROGRAMA

As inscrições para o Prouni (Programa Universidade para Todos) começam hoje (13) e vão até as 23h59 do dia 16 de julho. Ao todo são ofertadas 134.329 bolsas, sendo 69.482 bolsas integrais e 64.847 parciais, para 10.821 cursos em 952 instituições de ensino superior da rede privada. O resultado da primeira chamada está previsto para o dia 20 de julho.

Criado em 2004 pelo governo federal, o programa do MEC (Ministério da Educação) oferece bolsas de estudo integrais e de 50% em universidades particulares. A seguir, tire suas dúvidas sobre ele e saiba mais sobre sua realização. Como se inscrever? As inscrições são feitas apenas pela internet. A pessoa interessada deve acessar a página do Prouni (http://prouniportal.mec.gov.br/) e fazer seu cadastro na página do gov.br. Se ela já tiver o cadastro realizado na página, é só digitar o CPF e a senha. O candidato não paga nada para realizar o processo.

Qualquer um pode se inscrever?

Somente poderá se inscrever no Prouni o estudante brasileiro que não possua diploma de curso superior e que tenha participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o estudante não pode ter tirado zero na redação. As modalidades de participação são para os estudantes que tenham cursado todo o ensino médio na rede pública, ou na rede particular na condição de bolsista integral da própria escola; estudantes com deficiência —neste caso, não é necessário ter cursado todo ensino médio na rede pública ou na rede particular na condição de bolsista integral da própria escola— e, por fim, professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.

E se eu não tiver internet em casa?

As instituições que participam do programa precisam oferecer acesso gratuito à internet aos candidatos que precisarem fazer a inscrição.

Como é o passo a passo para se inscrever?

Primeiro, o candidato vai precisar escolher até duas opções de instituição, curso e turno dentre as bolsas que estão disponíveis na ordem de sua preferência. Depois, será preciso que o candidato com deficiência ou que se autodeclarar indígena, preto ou pardo opte pela concorrência às bolsas destinadas às ações afirmativas. Em seguida, o sistema irá calcular a nota de corte, que é a menor nota para ficar entre os que devem ser pré-selecionados de cada curso, com base no número de vagas que estão disponíveis e no número de candidatos inscritos para aquele curso, modalidade e concorrência. No entanto, a nota de corte não é uma garantia da pré-seleção. Ela apenas ajuda como uma referência para o candidato na hora de monitorar a inscrição. A nota de corte vai mudar de acordo com a nota dos inscritos.

Veja o calendário com principais datas

Inscrições - 13 a 16 de julho de 2021
Primeira chamada - 20 de julho de 2021
Informações da primeira chamada - 20 a 28 de julho de 2021
Segunda chamada - 3 de agosto de 2021
Informações da segunda chamada - 3 a 11 de agosto de 2021
Participar da lista de espera - 17 a 18 de agosto de 2021
Lista de espera - 20 de agosto de 2021
Informações da lista de espera - 23 a 27 de agosto de 2021