Geral

SECRETÁRIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL VAI ATÉ UBERABA CONHECER TRABALHO DE PROTEÇÃO E ACOLHIMENTO A MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA

Uma em cada quatro mulheres acima de 16 anos afirma ter sofrido algum tipo de violência no último ano no Brasil, durante a pandemia de Covid, segundo pesquisa do Instituto Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

Isso significa que cerca de 17 milhões de mulheres (24,4%) sofreram violência física, psicológica ou sexual no último ano. A porcentagem representa estabilidade em relação à última pesquisa, quando 27,4% afirmaram ter sofrido alguma agressão.

Preocupada com essa situação que, infelizmente, atinge milhares de mulheres frutalenses, a secretária de assistência social de Frutal, Nayara Silva, foi até a cidade de Uberaba conhecer o trabalho que é desenvolvido no Centro Integrado da Mulher que é referência em nossa região.

De acordo com Nayara, o número de casos de violência contra a mulher na nossa cidade tem crescido assustadoramente. “Por isso viemos até Uberaba para conhecer mais de perto o trabalho que é desenvolvido aqui, já que é município é referência para a nossa região. Em breve, pretendemos colocar os conhecimentos adquiridos aqui em prática, pois em breve inauguraremos o CRAM: Centro de Referência a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica”.

Ainda segundo Nayara, ela aproveitou a visita à Uberaba para conversar com a secretária de desenvolvimento social daquele município, Gicele Gomes, para conhecer com mais detalhes os projetos e ações sociais que são desenvolvidas naquele município. “Foi um diálogo muito rico e é importante essa troca de experiência e conhecimentos. Pois, o nosso objetivo é sempre trabalhar para diminuir o abismo social que existe não só em Frutal, mas na cidade de todo o país como um todo”.

Inscreva-se em nossa NewsLetter